Bienvenido a Opuslibros
Inicio - Buscar - Envíos - Temas - Enlaces - Tu cuenta - Libros silenciados - Documentos Internos

     Opuslibros
¡Gracias a Dios, nos fuimos
Ir a la web 'clásica'

· FAQ
· Quienes somos
· La trampa de la vocación
· Contacta con nosotros si...
· Si quieres ayudar económicamente...

     Ayuda a Opuslibros

Si quieres colaborar económicamente para el mantenimiento de Opuslibros, puedes hacerlo

desde aquí


     Principal
· Home
· Archivo por fecha
· Buscar
· Enlaces Web
· Envíos (para publicar)
· Login/Logout
· Reportar problemas técnicos
· Ver por Temas

     Gente Online
Están conectados 34 usuarios anónimos y 1 usuarios registrados.

Eres un usuario anónimo. Puedes registrarte aquí

     Login
Nickname

Password

Registrate aquí. De forma anónima puedes leerlo todo. Para enviar escritos o correos para publicar, debes registrarte con un apodo, con tus iniciales o con tu nombre.

     Webs amigas

Opus-Info

Desde el Opus Dei al mundo real

ODAN (USA)

Blog de Ana Azanza

Blog de Maripaz

OpusLibre-Français

OpusFrei-Deutsch


     Sindicar contenido
RSS
direcci?n RSS

A?adir a Mi Yahoo!

A?adir a Google

¿Qué es RSS?


 Recortes de prensa: O peso insustantável de se ser Filipe Vasconcelos.- Sofia Bochman

120. Aspectos económicos
Sofia Bochman :

O peso insustentável de se ser  Filipe Vasconcelos Jardim Gonçalves

 

Era uma vez uma sociedade de «off-shore» sediada em Gibraltal. : Crystal Waters era o seu nome e Filipe Jardim Gonçalves o seu sócio principal.

A Crystal Waters detinha a Passo a Passo, que por sua vez também controlava a Vasconcelos & Vasconcelos (SPRINT).

 

Filipe Jardim Gonçalves é filho de Jorge Jardim Gonçalves, irmão de Rodrigo Jardim Gonçalves e primo de Francisco Miguel Vasconcelos Pereira.

 

Para expandir e desenvolver os negócios, Filipe Jardim Gonçalves contraiu diversos empréstimos junto de uma instituição bancária que lhe era familiar: o BCP...



Filipe tinha um homem em quem confiava: Tiago André Tico Coelho, gestor de várias empresas e sociedades em que Filipe participava. De algumas empresas, Tiago chegou mesmo a ser sócio.

 

Um dia, quando tudo começou a correr mal e as dívidas acumuladas eram já mais que muitas, a conta corrente de Tiago, entretanto caucionada, foi alvo de procedimento jurídico por parte da instituição BCP.

A família está para o que der e vier, já sabemos.

Contudo...

 

Eis que Filipe, preocupado, procura um escritório de gente da sua confiança: o AM&JG. Para seu advogado escolhe José António Alves Mendes, membro supranumerário do Opus Dei. Ora , o seu sócio é Rodrigo. Rodrigo quê? Rodrigo Jardim Gonçalves, seu irmão. Sim, é isso que está a pensar, leitor: a sociedade de advogados do seu irmão irá defendê-lo numa questão relacionada com o banco do seu pai.

 

Alípio Dias e Filipe Pinhal ,à data dos acontecimentos (finais de 2004), membro do conselho de Administração e vice-presidente do BCP, respectivamente, sentaram-se à mesa de negociações com Alves Mendes.

 

Verificando que se tratava de gente que não tinha onde cair morta o Departamento Jurídico, na pessoa do seu Director, Carlos Picoito (membro supranumerário do Opus Dei), propôs que as dividas contraídas por aquelas sociedades fossem declaradas créditos incobráveis.

 

 

A decisão tomada pela Direcção do BCP foi favorável à proposta de Carlos Picoito. Pouco tempo depois, Jorge Jardim Gonçalves deixou o cargo que ocupava no Banco.

 

O que declarou Jorge Jardim Gonçalves sobre o assunto?

 

 

Não sei de nada, as questões com clientes não passaram por mim

 

*****

 

 

Protagonistas:

 

Filipe Vasconcelos Jardim Gonçalves

Jorge Jardim Gonçalves

Rodrigo Jardim Gonçalves

Tiago André Tico Coelho

Francisco Miguel Vasconcelos Pereira

José António Alves Mendes

Carlos Picoito

Filipe Pinhal

Alípio Dias

 


Cenário e Organizações

 

Crystal Waters

Conta Corrente Caucionada

Vasconcelos & Vasconcelos, Transportes, Lda.

Sociedade Ultra Nova-Investimentos e Gestão de restaurantes, Lda

BVV- Actividades Hoteleiras, Lda

AM&JG

Passo a Passo

AETV- Turismo e Viagens, Lda BCP

Opus Dei

 

"À MULHER DE CÉSAR NÃO BASTA SER SÉRIA. É PRECISO PARECER SÉRIA."

 

 

Fonte: Expresso, Edição Impressa, Caderno de Economia, pag. 8

E o relato de alguns amigos

Publicada por Sofia Bochman em 10/13/2007 05:00:00 PM


Publicado el Lunes, 22 octubre 2007



 
     Enlaces Relacionados
· Más Acerca de 120. Aspectos económicos


Noticia más leída sobre 120. Aspectos económicos:
O peso insustantável de se ser Filipe Vasconcelos.- Sofia Bochman


     Opciones

 Versión imprimible  Versión imprimible

 Enviar a un amigo  Enviar a un amigo

 Respuestas y referencias a este artículo






Web site powered by PHP-Nuke

All logos and trademarks in this site are property of their respective owner. The comments are property of their posters, all the rest by me

Web site engine code is Copyright © 2003 by PHP-Nuke. All Rights Reserved. PHP-Nuke is Free Software released under the GNU/GPL license.
Página Generada en: 0.092 Segundos